Av. Nossa Senhora de Copacabana, 928 / Gr. 602, Rio de Janeiro - RJ (21) 2545-2599

Como levar dinheiro para o exterior?

Como levar dinheiro para o exterior?

No momento de planejar uma viagem você pensa em como levar dinheiro pro exterior? Há muito mais a fazer além de buscar economia na hospedagem ou procurar dicas de como comprar passagens aéreas. É necessário também ter em mente que algumas despesas irão e deverão acontecer, sem nunca se esquecer dos imprevistos. Por isso é de extrema importância que você leve uma reserva de dinheiro no seu passeio. Até para quem já tenha adquirido um pacote fechado, é sempre necessário levar uma quantia para se precaver. Porém, qual é a melhor maneira de fazer isso?

Como levar dinheiro para o exterior

Até 2013 não havia muitos segredos sobre a melhor maneira de levar dinheiro para o exterior. Porém, atualmente o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) estipulou uma alta nas taxas pagas no momento de adquirir alguma moeda estrangeira, ou levar seu dinheiro para um país estrangeiro – seja em cartão de débito pré-pago, cartão de crédito ou conta no exterior.

Todas as modalidades tiveram suas taxas fixadas em 6,38% do valor total a ser transferido ou utilizado lá fora, com exceção do dinheiro vivo. Ou seja, a opção de sacar o dinheiro e ainda no Brasil fazer o câmbio em uma casa oficial continua como uma das menores taxas de impostos: apenas 0,38%. Logo, esta parece ser a melhor maneira de levar dinheiro para o exterior.

Vantagens e desvantagens

Cada maneira de levar o seu dinheiro para a sua viagem internacional pode ter vantagens e desvantagens. Veja abaixo algumas antes de decidir qual é a melhor para a sua situação.

Dinheiro em espécie
Vantagem: baixo IOF, maior controle dos gastos e não precisa de senhas ou cartões.
Desvantagem: pouca segurança, câmbio desfavorecido, pouco prático, limite de dinheiro a não ser declarado para a Receita Federal (R$ 10 mil, no caso do Brasil) e sobra dinheiro no final da viagem.

Conta no exterior
Vantagem: baixo IOF (nesses casos, o imposto também é de 0,38%), possibilidade de usar o cartão, mais segurança e facilidade em transações.
Desvantagem: tarifas bancárias, não há como comparar o câmbio, ter que gerenciar uma nova conta.

Cartão pré-pago de empresa internacional
Vantagem: maior controle dos gastos e facilidade em adquirir e carregar o cartão.
Desvantagem: pagamento de taxas, envio de cópias do documento para a solicitação e câmbio desfavorecido.

Cartão de crédito
Vantagem: acúmulo de pontos, facilidade de uso e controle da fatura.
Desvantagem: variação cambial e nem todo lugar aceita

Cartão pré-pago de viagem
Vantagem: câmbio fixo na data de carregamento do cartão
Desvantagem: não é aceito em todos os lugares, alta da taxa de IOF

Saque da conta-corrente
Vantagem: bom para ser usado em casos de emergência
Desvantagem: alta taxa de IOF e taxas bancárias

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos marcados como obrigatório *

catorze − cinco =