: Parque A Svana
: Museo Nacional
: Sabana

Sobre San José

San José é a capital e a maior cidade da República da Costa Rica.

É também a capital da província com o mesmo nome.

Foi fundada em 1738 pelos espanhóis, tornando-se pela primeira vez na nova capital costa-riquense em 1823, após a transferência de Cartago.

É a segunda mais recente capital da América Latina, perdendo o título de mais nova para Brasília, em 1960.

Culturalmente pode considerar-se, quase na sua totalidade, com sendo de influência europeia.

Tal deve-se à imigração espanhola a partir de seu descobrimento por parte de Cristóvão Colombo, influência que também os crioulos importaram da França e da Bélgica, de onde geralmente estudava a classe privilegiada do país no século XIX e no princípio do século XX.

Isto pode-se ver na distribuição da cidade que cresceu ao redor da atual catedral e mais tarde na arquitetura dos teatros, museus e casas dos habitantes do centro da cidade.

A área metropolitana de São José compreende vários cantões da província de São José, incluindo o cantão central de São José.

A cidade é ainda sede da Corte Interamericana de Direitos Humanos e da Universidade da Costa Rica, e é servida pelo Aeroporto Internacional Juan Santamaría, a 23 km do centro, em Alajuela.

A cidade recebeu o seu nome em honra a São José.

O cantão central de São José foi fundado em 7 de dezembro de 1848.

Foi capital da Costa Rica em três ocasiões: em 1822, de 1823 a 1834 e desde 1838 até à atualidade.

Trata-se de uma cidade caracterizada por uma mescla de história e modernidade, ainda que a zona central esteja quase desabitada, mantendo-se, no entanto, como o centro laboral costarriquense mais importante, congregando durante o dia mais de um milhão de pessoas.

Apesar dos seus problemas, segundo estudos realizados no âmbito de toda a América Latina, São José é uma das cidades mais seguras e menos violentas de toda a região latino-americana.

No ano 2006 foi designada Capital Ibero-americana da Cultura.