: Sarajevo
: Sarajevo 460 mil
: Bósnio, croata e sérvio
: Marco conversível

Sobre Bósnia e Herzegovina

Bósnia e Herzegovina

A Bósnia e Herzegovina é uma república federal dos Balcãs, resultante da dissolução da Jugoslávia. Limitada a norte e oeste pela Croácia, a leste e a sul pela Sérvia, e a sul pelo Montenegro. Sua capital é a cidade de Sarajevo. É composta por duas entidades politicamente autónomas, a Federação da Bósnia e Herzegovina e a República Sérvia (também conhecida como República Srpska). A república independente está dividida em duas regiões geográficas: Bósnia e Herzegovina. Antes da guerra civil, mais de um quinto da população era de fazendeiros no cultivo de frutas cítricas e legumes. Os principais grupos étnicos que habitam a Bósnia e Herzegovina são majoritariamente bósnios, sérvios e croatas. A maioria dos habitantes que vivem no país são falantes do servo-croata e adotantes do alfabeto cirílico. Metade da população segue o cristianismo e 46% é muçulmana. Há 2.000 anos, os ilírios foram os primeiros habitantes da atual Bósnia e Herzegovina. O Império Austro-Húngaro dominou a região em 1878. Em 1914, um estudante nascido no Reino da Sérvia, assassinou o arquiduque em Sarajevo. Esse foi o estopim da Primeira Guerra Mundial. Com o término da Primeira Guerra Mundial, o Reino da Jugoslávia anexou a Bósnia e Herzegovina em 1918. Na época em que eclodiu a Segunda Guerra Mundial, os soldados entraram na luta contra tropas da Alemanha Nazi e da Itália fascista. Tornou-se independente em 1992. Depois de ser proclamada a independência do país, eclodiu uma guerra civil, resultando num genocídio que causou a morte de 200 mil pessoas.