Av. Nossa Senhora de Copacabana, 928 / Gr. 602, Rio de Janeiro - RJ (21) 2545-2599

Melhores baladas do mundo

Melhores baladas do mundo

Você é daquelas pessoas que gostam e procuram as melhores baladas do mundo para curtir suas noites? Veja então o resultado de uma pesquisa que elegeu as 10 melhores experiências avaliando em cada estabelecimento o tempo de duração do evento e sua periodicidade, os frequentadores , qualidade e repertório dos DJ`s e a atmosfera do ambiente. Com estas informações a CNN conseguiu encontrar “As melhores cidades do mundo para a vida noturna”. Será que tem alguma cidade brasileira neste grupo?

Melhores baladas do mundo

1. Ibiza – O melhor lugar para ter uma experiência techno surreal: os clubes na cidade de Ibiza são experiências de vida. Lá, o dia é ocupado com festas na praia. No fim da tarde, o programa é o bar de um hotel. A noite é feita para dançar ao som dos melhores DJs do mundo.

2. Berlim – Melhor lugar para ter a sensação de estar em uma mega balada: Berghain. Se você não conseguir entrar (a escolha de quem entra no clube é aleatória), fique com Watergate. Se a saúde mental de uma cidade fosse medida pelas horas em que as baladas estão fechadas, Berlim seria “um lunático vestindo camisa-de-força batendo a cabeça contra a parede”, diz a CNN. Isso dá uma noção da vida noturna da cidade alemã.

3. Nova York – Melhor lugar para gastar mais em um drinque do que em uma noite toda: o Meatpacking District. Pode trazer o cartão de crédito. Apesar de não ser de verdade “a cidade que nunca dorme” (isso acontece lá pelas 3 ou 4 horas da manhã, segundo a CNN), Nova York está no pódio porque oferece algo para qualquer tipo de pessoa em qualquer dia da semana.

4. São Paulo – Melhor lugar para dançar com um belo brasileiro até que ele tenha de ir trabalhar: a D-Edge, na quinta-feira, após 1h da manhã. A cidade brasileira é a “zebra” da lista, para a CNN. Frequentemente ofuscada pela cidade do Rio de Janeiro, a capital é, na verdade, o centro cultural do país. O lugar não é bonito, segundo o site, mas ao passar pela massa de concreto, há muita diversidade para curtir a noite todos os dias.

5. Londres – Melhor lugar para ter uma falsa ostentação local: Chinawhite. Uma dica: diga que conhece um produtor chamado Becker, mesmo que você não conheça. Talvez você consiga entrar. Quem acha que Londres só tem pubs a cada esquina está enganado: a cidade abriga alguns dos clubes mais prestigiados do mundo, de acordo com a CNN. Você pode ouvir ótima música praticamente em qualquer dia da semana. Se não der, sempre dá para voltar aos pubs.

6. Barcelona – Melhor lugar para acordar cedo e ir: o Row 14, que não pega no jeito até as 6h da manhã. A dica da CNN é clara: é terminantemente proibido ficar em Las Ramblas, um ponto clichê para atrair turistas. Outras partes da cidade, principalmente ao norte, são bem mais interessantes – especialmente a partir da 1h da manhã, quando os clubes começam a ficar bons.

7. Montreal – Melhor lugar para aprender qual o jeito francês: Wood 35, com bons drinques e boa comida. Montreal, no Canadá, é uma “joia de baladação” ainda não descoberta da América do Norte, diz a CNN. Pessoas amigáveis e bonitas, dançar uma grande variedade de ritmos e, claro, festivais de verão.

8. Las Vegas – Melhor lugar para gastar toda sua poupança (e adorar cada segundo): XS, no Encore. Chegue a este clube bem cedo ou fique duas horas na fila. “A cidade do pecado” tem algo para todos, diz a CNN. Segundo o site, é difícil ter uma noite ruim em Vegas.

9. Buenos Aires – Melhor itinerário: comece nos calmos bares da Recoleta e vá até os de Palermo. Não tenha pressa. Buenos Aires é “a Paris da América do Sul” e dá uma nova cara para o “jantar e dançar até o amanhecer” da Espanha. Apesar de não ser tão barata quanto costumava ser, a cidade ainda é relativamente uma barganha.

10. Bangkok – Melhor lugar para conversar com os locais: as crianças preferem o RCA, enquanto as baladas em Sukhumvit Soi 11 ou Ku De Ta atraem muita gente bonita. Muitos passam por Bangkok sem perceber que há mais do que lagos cheios de grãos e pequenas ruas. Com seu desenvolvimento, a cidade cosmopolita tem agora um lado mais elegante e animado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos marcados como obrigatório *

4 + dezessete =