Av. Nossa Senhora de Copacabana, 928 / Gr. 602, Rio de Janeiro - RJ (21) 2545-2599

Regras da alfândega para alimentos importados

Regras da alfândega para alimentos importados

É difícil viajar pro exterior e não pensar em trazer alguma coisa de lá não é mesmo?

Mas você provavelmente já pensou nos equipamentos eletrônicos, roupas, brinquedos, não é?

Só que, além dos artigos mais comuns, os brasileiros gostam de trazer alimentos do exterior.

Principalmente depois da Instrução Normativa 11, que tornou mais simples trazer esses produtos para o Brasil.

Nesse artigo você vai saber quais países estão livres de impostos e também quais os produtos que são proibidos.

Veja agora as novas regras da alfândega para alimentos importados.

Escolha o destino da sua próxima viagem.

Regras da alfândega para alimentos importados

Alimentos

Com as novas regras da alfândega para alimentos importados, os produtos de origem animal podem entrar no país desde que sejam processados.

Isso significa estarem em embalagens originais fechadas com prazo de validade e procedência visíveis.

No máximo serão permitidos cinco unidades desses produtos por pessoa.

Produtos Cárneos

Salame, presuntos, bacon, tasajo, jerked beef, extrato de carne e gelatina

Limite por pessoa: 10 Kg.

Laticínios industrializados

Leite UHT, doce de leite, leite em pó, soro de leite em pó, manteiga, iogurte, creme de leite e queijo com maturação longa.

Derivados de ovo, pescados (salgados inteiros ou eviscerados dessecados, defumados eviscerados, esterilizados comercialmente) e produtos destinados a ornamentação.

Limite por pessoa: 5 Kg/litros

Origem vegetal

Azeites, chocolates, charutos, essências vegetais (corantes, aromatizantes, etc.), produtos industrializados embalados a vácuo.

Enlatados, em salmoura e outros conservantes, sucos, erva-mate elaborada e embalada, chá, café solúvel ou torrado e moído, açúcar refinado e embalado.

Chocolates e charutos também estão liberados.

Vale lembrar que cada passageiro tem direito a US$ 500,00 em compras no exterior sem taxas.

Desde que entrem no país através de transportes aéreos ou marítimos e US$ 150 por vias terrestres e fluviais, além de mais US$ 500,00 no Free Shop do Brasil.

Post relacionado
Como evitar impostos na alfândega

Viajar pro exterior e aproveitar os preços e ofertas de produtos de qualidade é um ótimo programa. Porém, na hora de voltar pra casa muitas vezes não sabemos bem o que pode ou não colocar na bagagem, quanto será cobrado de impostos e qual o limite estipulado pela alfândega.

Leia mais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos marcados como obrigatório *

4 × 5 =