Av. Nossa Sra. de Copacabana, 928 / Gr. 602, Rio de Janeiro - RJ | (21) 2545-2599 | | App:

Bonito (MS): conheça tudo sobre o principal destino turístico do Brasil

Bonito (MS): conheça tudo sobre o principal destino turístico do Brasil

Há quase 50 anos os brasileiros descobriram um paraíso no interior do Mato Grosso do Sul e o batizaram com o nome mais adequado possível: Bonito.

Um buraco no chão de uma fazendo despertou o interesse de um peão, que descobriu um lago de águas cristalinas ao fim dos seus 70 metros de altura.

Não demorou muito até que as cachoeiras, grutas, rios e lagoas da região fossem encontradas e recebessem o apelido de Disney Ecológica nos anos 1990.

Atualmente o município de Bonito recebe turistas do mundo todo em busca de esportes como rapel, trilhas, arvorismo, mergulho livre e flutuação.

Com infra-estrutura e respeito ao meio ambiente, Bonito é exemplar em turismo sustentável com limite e fiscalização severa em trilhas, cachoeiras e nascentes.

Em Bonito, muitas atrações naturais ficam dentro de propriedades particulares e, por isso, só podem ser visitadas com guias locais credenciados.

Escolha o destino da sua próxima viagem.

Listamos as principais atividades para os turistas em Bonito

Flutuação em Bonito

Os rios de Bonito são famosos pela visibilidade e limpidez, tanto dentro quanto fora d`água, por causa da composição de rochas calcárias em suas nascentes.

Dessa forma, as correntezas não carregam terra e o resultado é um oásis de águas claras e límpidas que convidam para um mergulho.

Esse é um dos motivos que fazem da flutuação uma das atividades preferidas dos turistas (usando snorkel, máscara e colete salva-vidas, apenas)

Veja onde os turistas que visitam Bonito fazem a flutuação:

Lagoa Misteriosa

Um dos principais lugares para a prática da flutuação fica a 50 km de Bonito e é também a sétima caverna do Brasil em profundidade, com mais de 220 metros.

Antes de entrar na água os turistas são levados até o mirante e depois descem uma escadaria até a lagoa.

A flutuação nesta lagoa é feita sobre peixes coloridos de diversas espécies, exceto no período entre os meses de outubro e abril, quando a visibilidade das águas fica reduzida por conta da proliferação de microalgas.

Abismo Anhumas

O lago com 80 metros de profundidade só pode ser acessado via rapel através de um buraco no chão com mais de 70 metros de altura.

Parece difícil, não é?

Mas, todo o esforço e coragem vale a pena para fazer um passeio de bote e flutuar pelas águas transparentes em tons verdes e azuis, dependendo da luz do dia.

Lá embaixo, um deck flutuante foi construído para receber os turistas e para servir de base para as atividades no Abismo Anhumas.

Rio da Prata

A flutuação no Rio da Prata é feita em grupos de, no mínimo, 9 pessoas que descem os 2 km do rio depois de completar uma trilha.

Durante o trajeto os turistas terão a companhia de peixes e dos guias especializados e credenciados pelas agências locais.

Nesse passeio estão inclusos os equipamentos para a prática da flutuação.

Aquário Natural (Rio Baía Bonita)

Aqui os turistas podem fazer atividades além da flutuação, como trilhas, observação de animais, tirolesa, museu natural e até restaurante.

Nesse trecho de 800 metros do rio Baía Bonita a flutuação é feita em meio aos peixes coloridos e flora subaquática, em grupos de 8 pessoas por vez.

Rio Formoso

A flutuação no rio Formoso acontece depois de completar a trilha pela sua margem passando por cachoeiras e grutas.

Depois da caminhada de cerca de 2 km a flutuação levará os turistas até o centro do Parque Ecológico Rio Formoso.

Durante o trajeto destaque para a transparência das águas que permite enxergar troncos e árvores submersas a 5 metros de profundidade.

Rio Sucuri

Durante 50 minutos os turistas podem observar os peixes e as plantas que compõem o cenário dessa flutuação.

A estrutura desse passeio fica em numa fazendo antiga que inclui loja, restaurante, piscina e redes para os turistas descansarem.

Barra do Sucuri

Mais completo que o anterior, esse passeio começa com uma trilha curta de 150 metros até o barco, que navega por 1,3 quilômetros até o rio Formoso.

Para voltar os turistas podem flutuar na correnteza suave de águas um pouco mais frias.

Essa fazenda oferece também campo de futebol e piscina, além de infra-estrutura para acomodar turistas durante um dia inteiro.

Nascente Azul

A mais curta das flutuações em Bonito acontece em um trecho de 300 metros, depois de uma trilha de quase 2 quilômetros.

A atração principal é a própria nascente e seu tom azul turquesa, que se mistura ao verde da vegetação submersa.

Ao redor da nascente os turistas encontram restaurante, bar, capela, lago com praia e cascatas.

Cachoeiras em Bonito

Com tantos rios na região de Bonito, as cachoeiras também são abundantes na região, assim como corredeiras e saltos, todos com águas cristalinas.

Para chegar nas cachoeiras de Bonito é preciso fazer trilhas, mas a recompensa é completa com piscinas naturais e paisagens deslumbrantes.

Vale lembrar que muitas dessas cachoeiras ficam dentro de fazendas e nelas é possível fazer um almoço típico da região.

Veja quais são as principais cachoeiras para visitar em Bonito.

Boca da onça

Essa é a maior cachoeira de Bonito e de todo o estado do Mato Grosso, com 156 metros de queda.

A trilha até a cachoeira leva cerca de 3 horas, mas no trajeto os turistas passam por 10 cascatas e piscinas naturais.

Para chegar ao topo da cachoeira e apreciar o melhor visual do passeio existem duas maneiras: subir os 800 degraus de uma escadaria ou reservar veículos 4×4.

Os mais corajosos podem aproveitar para fazer um rapel de 90 metros de altura com vista para o cânion do rio Salobra.

Estância Mimosa

São três horas de caminhada entre 10 cachoeiras durante o trajeto que leva os turistas até a Estância Mimosa.

Além de se refrescar nas quedas d`água os turistas também podem observar animais, explorar grutas e fazer um almoço reforçado na fazenda.

Parque das Cachoeiras

Para conhecer as 7 cachoeiras desse parque os turistas terão que caminhar pelos 3,5 quilômetros de trilha entre animais silvestres e árvores centenárias.

Mas, uma parte do trajeto até as cachoeiras é feito de barco e, ao chegar na fazenda, é oferecido almoço e até passeio à cavalo.

A estrutura da sede da fazenda oferece também bar, restaurante, redes para descanso e loja de souvenires.

Cachoeiras do Rio do Peixe

Dentro da fazenda Água Viva o turista vai conhecer um dos lugares mais paradisíacos de Bonito.

A primeira parte desse passeio é uma caminhada por piscinas naturais, cachoeiras e grutas na companhia de macacos, tucanos, araras e outros animais da fauna.

Uma pausa para o almoço e um pequeno descanso antes de um banho merecido nas águas claras de Bonito.

Depois disso ainda é servido um lanche para os turistas, que podem conhecer algumas histórias da região narradas pelo dono da fazenda.

Fazenda Ceita Corê

Seis cachoeiras esperam os turistas para se refrescarem depois de uma trilha de aproximadamente 2 quilômetros.

Ao final da trilha, grutas e piscinas naturais compõem o cenário paradisíaco e fazem a festa dos visitantes.

Esta fazenda possui uma das mais belas sedes da região e os turistas podem aproveitar para conhecer a nascente do Rio Chapena.

Grutas em Bonito

Além das cachoeiras e dos rios com águas transparentes, Bonito é um baú cheio de tesouros naturais.

As grutas dessa região são como santuários sagrados e preservados, considerados legítimos cartões postais da cidade.

Gruta do Lago Azul

Essa é a gruta mais famosa de Bonito e um dos principais pontos turísticos de toda a cidade.

O azul da água impressiona e se mistura com as pedras milenares formando um raro espetáculo da natureza.

Para chegar na gruta é preciso fazer uma caminhada de 300 metros e depois descer a escadaria até o lago.

Gruta de São Miguel

Essa gruta fica dentro do Parque Ecológico Vale Anhumas e para chegar nela os turistas precisam passar pela copa das árvores em uma ponte de 200 metros.

A gruta é seca e dentro dela percebe-se as formações geológicas mais variadas com corais e calcário.

Balneários em Bonito

Balneário do Sol

Nas margens do Rio Formoso os turistas podem aproveitar para nadar entre os peixes da região de Bonito.

O espaço conta com plataforma para saltos no rio, piscina natural, redes, salões de jogos, quadras, restaurante e até churrasqueira.

No Balneário do Sol é possível avistar diversos animais silvestres como aves e macacos, por exemplo.

Balneário Municipal

Um programa para toda a família, com espaço e muitas opções de entretenimento para crianças e adultos.

As águas cristalinas do Rio Formoso e os peixes coloridos criam o cenário perfeito para um dia todo de lazer.

A estrutura conta com estacionamento, quadras esportivas, lanchonetes, restaurantes e churrasqueiras.

Praia da Figueira

Em Bonito, a “praia” é na verdade uma lagoa, com águas cristalinas e 60 mil metros quadrados de área de lazer.

Além de nadar, lá os turistas também podem mergulhar e praticar atividades usando caiaque, tirolesa, pedalinho, vôlei e frescobol.

No local ainda tem restaurante, bar, playground e uma enorme árvore Figueira que dá nome ao lugar.

Lugares de contemplação em Bonito

Se você não está disposto a colocar a roupa de banho e encarar as trilhas da região, também existem programas lights.

Veja quais são os locais mais incríveis para apreciar a paisagem.

Buraco das Araras

São 120 metros de profundidade em uma cratera formada por desabamento com 500 metros de diâmetro.

Esse é o habitat natural de centenas de Araras Vermelhas e também de jacarés de papo amarelo.

Chegando ou saindo de Bonito, não deixe de contemplar a vista impressionante desse local.

Atrações urbanas em Bonito

Apesar de ser um destino conhecido por atividades ao ar livre e natureza abundante, Bonito também tem vida urbana.

Confira os principais lugares e atrações para fazer na cidade de Bonito.

Aquário de Bonito

Bem no centro da cidade os turistas podem conhecer um pouco mais sobre a história de Bonito e também do Pantanal.

Nesse aquário existem mais de 70 espécies de peixes comuns nas duas regiões e um acervo com antiguidades.

A visita é guiada por um profissional para que todos saiam do Aquário de Bonito muito bem informados.

Projeto Jibóia

Essa iniciativa tem como objetivo principal diminuir a caça de serpentes não venenosas mostrando a importância desses animais para o ecossistema.

O projeto visa também diminuir a coleta de serpentes para o mercado de animais de estimação criando em cativeiro algumas espécies.

Taboa Fábrica de Encantos

A bebida mais famosa de Bonito criou uma experiência que vai além de consumir a Taboa, que é feita com cachaça, mel, canela e guaraná em pó.

O passeio pelas dependências mostra uma decoração criativa com garrafas e decks de madeira de reflorestamento e ainda inclui degustação.

Todo o processo da criação da Taboa é acompanhado pelos visitantes até a boutique da marca onde são vendidos alguns souvenirs.

Quando ir para Bonito

O contato com a natureza em Bonito é evidente e, por isso, é bom conhecer os períodos mais indicados e menos favoráveis na região.

Com estas informações fica mais fácil planejar passeios como trilhas, rapel, flutuação entre outras atividades ao ar livre.

O período entre dezembro e março é o mais indicado para o turismo em Bonito, apesar de ser o período de chuvas.

A vantagem é ver de perto o verde da vegetação, os animais silvestres, os rios cheios, assim como nas cachoeiras.

O clima começa a ficar seco em Bonito a partir de maio e vai até agosto, quando acontecem as queimadas.

Nessa época, inverno, as águas de Bonito ficam ainda mais cristalinas e marca o Festival de Inverno na cidade.

Vale lembrar que no final do ano o nível dos rios tende a baixar e as cachoeiras ficam mais fracas.

Outro fator importante para quem quer visitar Bonito é controlar os gastos com hospedagem e passeios, por exemplo.

A alta temporada acontece em feriados e nas férias, tanto em julho como em janeiro, e neste período os preços sobem bastante.

O restante dos dias do ano são considerados baixa temporada e os turistas podem economizar um pouco mais.

Sobre os passeios em Bonito

Dificilmente você fará algum passeio de graça em Bonito e em quase todos eles há um limite de pessoas por dia.

Os valores dos principais passeios em Bonito são entre R$25,00 e R$200,00 aproximadamente.

Não deixe de usar filtro solar, repelente e calçados apropriados nas trilhas e passeios ao ar livre.

Mas, em alguns casos, é preciso respeitar a conservação das águas e peixes da região.

Hora de planejar a sua viagem!

Agora sim! Com todas essas informações sua viagem para Bonito está quase completa.

Agora só falta você entrar em contato com uma de nossas consultoras para planejar seu roteiro.

Para pesquisar passagens aéreas, hotéis, seguro viagem e até aluguel de carros em Bonito, acesse nosso site.

 

Post relacionado
gramado
Gramado: conheça os pontos turísticos mais importantes na Serra Gaúcha

Gramado fica na serra gaúcha e é um dos lugares mais desejados por turistas no inverno brasileiro. O evento mais conhecido de Gramado é o Natal Luz, que acontece na alta temporada da cidade entre novembro e janeiro.

Leia mais
capajericoacoara (1)
Jericoacoara: Veja os principais pontos turísticos da cidade cearense

O Ceará é um dos estados brasileiros que mais recebem turistas e muitos deles vêm do exterior com uma ideia fixa: conhecer Jericoacoara. Só em 2015 foram mais de 100 mil desembarques internacionais na capital cearense.

Leia mais
pacotes de viagem
Viajar com a família: as melhores opções para cada estilo

Escolher um destino para viajar com a família nas férias não é fácil. Praia ou campo? Metrópoles ou cidades históricas? Na verdade, todas as opções seriam muito bem-vindas, não é? Mas, nem sempre podemos incluir todas em uma viagem só.

Leia mais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos marcados como obrigatório *

sete + treze =