Av. Nossa Sra. de Copacabana, 928 / Gr. 602, Rio de Janeiro - RJ | (21) 2545-2599 | (21) 98420-3655 | | App:

Arquivo por Categoria "Dicas"

topoaluguelcarro

Principais dúvidas sobre aluguel de carro no exterior

Principais dúvidas sobre aluguel de carro no exterior

Está planejando fazer uma road trip e tem dúvidas sobre alugar um carro no exterior? Então, confira as nossas dicas!

Saiba que fazer uma viagem de carro em outro país pode ser mais simples do que você imagina, basta ficar atento a alguns detalhes sobre as regulamentações do país de destino.

Quem pode alugar um carro no exterior?

Qualquer pessoa pode alugar um carro, desde tenha habilitação válida (CNH) e emitida a, no mínimo, 2 anos. Além disso é preciso apresentar o passaporte válido e um cartão de crédito internacional, em seu nome, e com limite suficiente para cobrir o valor da locação e da franquia.

Outro fato que é preciso ficar atento é a idade mínima, que, em geral, é de 25 anos. Existem algumas empresas que aceitam alugar para motoristas entre 21 e 24 anos, mas cobram a mais por isso, uma taxa chamada ”under age”.

Por que é preciso ter  um cartão de crédito internacional para alugar um carro no exterior?

Não importa o modo de pagamento que você opte na hora de fazer a reserva, você obrigatoriamente terá que apresentar um cartão de crédito internacional na hora de pegar o carro, pois ele é usado pela locadora para fazer o bloqueio do valor do caução.

Como economizar na hora de alugar um carro?

Compare, pois os preços podem variar muito de um lugar para outro. O ideal é reservar com, no mínimo, 20 dias de antecedência, pois conforme a data se aproxima os veículos vão se esgotando e os preços vão subindo. Ligue para 212545-2599 ou acesse o nosso site e faça um orçamento de forma prática e rápida.

Apenas com a carteira de habilitação brasileira é possível dirigir em qualquer outro país?

Não. Cada país tem suas próprias exigências e é preciso verificar cada caso. Alguns países exigem a Permissão Internacional para Dirigir (PID). Nos países membros do Mercosul, por exemplo, é possível dirigir apenas com a CNH brasileira. Nos EUA (com exceção do estado da Georgia), basta a CNH e o passaporte. Mas, na dúvida, leve a PID.

Somente quem aluga o carro que pode dirigir?

Não. Se você quiser, na hora de fechar a reserva poderá adicionar condutores extras, mas que necessariamente deverão estar presentes no ato da abertura do contrato de locação. Algumas locadoras podem cobrar uma taxa por condutor extra.

É preciso abastecer o carro antes da devolução?

Não é obrigatório. Existem dois tipos de política de abastecimento. A mais tradicional, e a mais conhecida, é entregar o carro abastecido no momento da devolução. A outra é a modalidade do pré-pago. A ideia é que você, no momento do aluguel do carro, já pague um tanque inteiro de combustível para a locadora. Dessa forma, não é necessário abastecer antes de entregar o veículo.

É preciso contratar um seguro?

Sim, para a sua segurança e para a proteção do veículo. Veja alguns dos tipos de seguro disponíveis:

– CDW e LDW: proteção contra roubos, furtos, avarias e danos ao veículo decorrentes de colisões e/ou acidentes. Isento de franquia/co-participação.

– SLI: é uma cobertura contra danos materiais e pessoais causados a terceiros em razão de acidentes com o veículo locado. Também pode ser vendido como ALI, EP ou LIS.

– RSA/RSN: serviço de assistência na estrada em caso de extravio de chaves ou do dispositivo de abertura do veículo (controle remoto), troca de pneus, guincho no caso o veículo não funcionar e envio de gasolina em caso de emergência.

– PAI: é uma cobertura de acidentes pessoais. Garante ao cliente uma cobertura em despesas hospitalares para tratamento de ferimentos decorrentes de acidentes ocorridos durante o período da locação.

É possível fazer a devolução em outra cidade, país ou estado?

Sim, mas isso deve estar definido no contrato e, em geral, acarreta em uma taxa extra chamada ”one way”.

Quem pode me ajudar com o processo de aluguel de carro?

Para evitar problemas, aconselhamos que você utilize a consultoria de um agente de viagens. A Mar-Tha Rio está a sua disposição para ajudar e reservar o carro da sua escolha.

Leia mais
26094517575_879c67ab66_b

Como funciona o UBER fora do Brasil?

Como funciona o UBER fora do Brasil?

Por que pegar UBER?

Pegar Uber é mais rápido e mais prático do que pegar um taxi, já que o serviço é mais caro e muitos dos motoristas são mal humorados.

Preciso de instalar uma outra versão do aplicativo?
Não, você pode usar o mesmo aplicativo e a mesma conta que já usa no Brasil. 

Como faço os pagamentos?
Pagamentos com dinheiro não funcionam em todas as cidades. Então é importante configurar e testar uma forma de pagamento automático antes da viagem, como o PayPal ou cartão internacional desbloqueado. Cartões nacionais, do Brasil, não funcionam. O valor a ser debitado no cartão será convertido em dólar e depois para real, acrescentado de 6,38%, referente ao IOF.

Preciso dar gorjeta para os motoristas?
Nos EUA é comum dar 1-2 dólares de gorjeta. Em alguns países, como os EUA, o próprio aplicativo tem uma função de gorjeta, porém, não é obrigatório.

Como faço para me comunicar com o motorista?
Normalmente você precisa fazer uma ligação ou enviar um SMS.

Há as mesmas categorias de carros?

Preste atenção na categorias dos carros. Diferentemente do Brasil, em alguns países existem diferentes tipos de veículos como o UberLUX (carros de luxo) e UberSUV (veículos utilitários esportivos).

Há também os aplicativos concorrentes como o Cabify e o Lyft, que também são boas opções. 
Leia mais
topovisto

Como tirar o visto para os Estados Unidos?

Como tirar o visto para os Estados Unidos

Confira o passo a passo

O que é um visto?

Quando um cidadão de outro país quer entrar nos Estados Unidos, precisa primeiro obter um visto especial, que é colocado em seu passaporte.

Apesar de ser muito burocrático, o processo de solicitação da autorização pode ser feito por qualquer pessoa, porém, devido a dificuldade, indicamos sempre o uso de um despachante.

Visto americano: turista

Existem várias modalidades de visto para os Estados Unidos. Para visto de turista, você deve optar sempre pela categoria B1/B2.

Formulário: visto americano

O processo para tirar o visto americano começa pela internet. A primeira etapa consiste no preenchimento do formulário DS-160.

Agendamentos

O próximo passo consiste em agendar as entrevistas e pagar uma taxa. Basta acessar a página do departamento de vistos, criar uma conta de usuário e inserir o número do seu DS-160. Depois, preencha com as suas informações.

A etapa seguinte é o pagamento da taxa de solicitação (MRV). Atualmente, custa US$ 160.

Após o pagamento é necessário agendar a entrevista com a Seção Consular e a visita ao CASV para coletar seus dados biométricos e entregar seus documentos.

Procure o CASV mais próximo de você:

Belo Horizonte CASV
Rua Maranhão, 310 – Loja 1 – Edifício Celta – Santa Efigênia
Belo Horizonte – MG 30150-330

Brasília CASV
Edificio Venâncio 2000 SCS, Quadra 8 Bloco B60 sala 340 – Setor Comercial Sul
Brasília – DF 70333-900

Porto Alegre Centro de Entrega de Documentos (CED)
Av. Assis Brasil, 1712 – Passo d’Areia
Porto Alegre – RS 91010-001

Recife CASV
Avenida Herculano Bandeira, 949 – Comercial Bandeira – Pina
Recife – PE 51110-130

Rio de Janeiro CASV
Rua Humaitá, 275- Loja A – Humaitá
Rio de Janeiro – RJ 22261-001

São Paulo #1 CASV
Avenida José Maria Whitaker, 370- Vila Mariana
São Paulo – SP 04057-000

Documentos necessários para tirar visto americano

  1. Passaporte atual válido por pelo menos seis meses além do período de estadia nos Estados Unidos.
  2. Passaporte contendo o último visto dos Estados Unidos (se aplicável).
  3. Página de confirmação de Formulário DS-160.
  4. Página de confirmação e instruções do agendamento impressa diretamente do site.
  5. Uma foto 5 x 5 cm ou 5 x 7 cm colorida, tirada dentro dos últimos 6 meses e com fundo branco.

A entrevista ainda pode exigir documentos adicionais, portanto, esteja preparado para comprovar:

  1. Propósito da sua viagem
  2. Sua intenção de partir dos Estados Unidos após sua viagem
  3. Sua habilidade de pagar todos os custos de viagem
  4. Evidência de seu emprego, laços familiares, declaração de bens do imposto de renda e/ou propriedade no país podem ser suficientes para demonstrar o propósito de sua viagem e sua intenção de retornar ao Brasil
  5. Caso você não possa pagar todos os custos de sua viagem, você poderá apresentar evidências de que outra pessoa irá custear parte ou todo custo da sua viagem

A decisão quanto à aprovação ou negação da concessão do visto de entrada será baseada na entrevista e nas informações prestadas verbalmente.

Entrevista

Esse é o ponto que deixa as pessoas mais apreensivas. O intuito da entrevista é saber quais suas reais intenções em visitar os Estados Unidos e checar se suas informações são verdadeiras e estão corretas. Confira algumas perguntas mais comuns:

  • Por que quer ir para os Estados Unidos?
  • Quando vai e quanto tempo pretende ficar?
  • Onde vai se hospedar (hotel, casa de família etc.)?
  • Vai sozinho ou com alguém? Se vai acompanhado, qual sua relação com os acompanhantes?
  • Que cidades vai visitar?
  • Quem está pagando a viagem?
  • Onde trabalha?
  • Quanto dinheiro vai levar?
  • Há bens em seu nome?
  • Tem filhos?
  • Se for uma mulher casada viajando sozinha, é possível que se questione sobre seu cônjuge.

Quanto demora o processo?

O tempo da resposta é relativo e depende do ritmo de trabalho da embaixada norte-americana e dos consulados. Por isso, a recomendação é que você só feche seu pacote de viagem e compre as passagens quando tiver a confirmação do visto.

Validade

Os vistos têm a validade de 10 anos e permitem a entrada e saída dos Estados Unidos quantas vezes forem necessárias nesse período, porém, o tempo de permanência em solo americano depende dos agentes de imigração a cada viagem. Para o turismo, normalmente é concedido o prazo máximo de 6 meses.

Entrega do visto

Apesar de existir a opção de entrega em casa, para evitar risco de extravio ou roubo, aconselhamos que busque seu visto diretamente no CASV.

Caso necessite de ajuda, a Mar-Tha Rio Viagens te ajuda a realizar o processo para a retirada do visto. É só entrar em contato!

Leia mais