Av. Nossa Senhora de Copacabana, 928 / Gr. 602, Rio de Janeiro - RJ (21) 2545-2599

Como arrumar malas para um cruzeiro

Como arrumar malas para um cruzeiro

Uma das dúvidas mais comuns de quem vai viajar em um cruzeiro é como arrumar as malas, o que levar, o que não levar, o que vai na mala de mão e o que podemos despachar. Para ajudar você com estas questões a Mar-Tha Rio traz 10 dicas para otimizar o espaço de suas malas.

Arrumar malas para um cruzeiro

1 – Faça a mala de mão com inteligência – Uma muda de roupa, medicamentos e itens de higiene são importantes tanto para um eventual voo de deslocamento até o porto quanto a bordo do navio. Caso seja necessário voar para a cidade de embarque, isso evitará que você fique totalmente sem nada no caso de a bagagem ser extraviada. Já no navio, a mala pode demorar a ser enviada para a cabine. Com a mala de mão com os itens básicos é possível embarcar e aproveitar as atrações do navio

2 – Conheça os códigos de vestimenta – Muitas, se não todas, as companhias de cruzeiro possuem códigos de vestimenta. Mas curiosamente é comum em empresas mais luxuosas encontrar passageiros vestidos de forma casual e elegante, e passageiros vestidos de maneira formal em armadoras mais contemporâneas. Nem todas as regras são extremamente rígidas, mas há ocasiões em que os trajes formais são exigidos, por isso é bom conhecer os códigos de vestimenta, o que é preciso levar ou se os navios possuem serviço de aluguel de roupas

3 – Considere lavar roupas a bordo – Uma forma de carregar poucas roupas nas malas para o cruzeiro é planejar lavá-las ao longo da viagem. Mas é preciso ter atenção para saber se o navio oferece máquinas de lavar gratuitas e quais são os valores cobrados, que podem ser bem elevados

4 – Não ache que seus produtos de higiene favoritos estarão na cabine – A maioria dos navios oferece produtos básicos para higiene pessoal, como xampu e sabonetes. Então, é bom pensar em levar na mala o que você vai precisar. Existem armadoras que dispõem em alguns tipos de cabines produtos diferenciados

5 – Saiba se a companhia oferece roupões – Geralmente não é necessário levar o seu próprio roupão. A maioria das companhias de luxo fornece e outras providenciam para os clientes de cabines com varanda. Em algumas é preciso solicitar. Antes de embarcar, informe-se no site da empresa ou com o seu agente de viagem. É bom lembrar que roupões não são souvenires e para levar um para casa ao fim do cruzeiro é preciso pagar

6 – Vista-se para o seu destino – O destino escolhido para a viagem é um bom indicativo do que se deve levar na mala. Para alguns lugares, como Europa e Bermudas, pode ser interessante roupas casuais. Já lugares como o Havaí, a Riviera Mexicana, o Caribe e a Polinésia Francesa pedem trajes informais. Leve em conta ainda as atividades no porto, que podem pedir roupas e calçados confortáveis

7 – Deixe espaço na mala – Se a ideia é voltar para casa com souvenirs, deve-se lembrar de deixar espaço para eles na mala. Tanto nos portos de escala, onde se pode comprar produtos típicos, artesanatos e outras lembrancinhas, quanto nas lojas a bordo do navio, sempre cabe comprar mais um presente para levar para casa

8 – Misture e combine – Ao carregar roupas que podem ser usadas em diferentes ocasiões a bordo ou em excursões, evita-se o excesso de bagagem. Tente levar roupas com cores que combinem facilmente, camisas que possam ser usadas em uma noite formal e de forma casual no dia seguinte, acessórios que disfarcem o uso do mesmo traje em mais de uma noite formal, entre outras possibilidades

9 – Lembre-se do básico – A maioria das cabines de navios não possui despertadores, então se não quiser solicitar uma ligação para a cabine para acordar, é necessário levar o seu próprio. Cabides costumam ser limitados nas cabines, então se for necessário, é bom levar alguns extras. Outros itens como medicamentos, pilhas, baterias, cartões de memória, protetor solar, fones de ouvido, sacolas plásticas e cabos para aparelhos eletrônicos também não são fornecidos, e se precisarem ser comprados a bordo, costumam ser bastante caros

10 – Mantenha os documentos importantes com você – Confira antes de sair de casa se você pegou todos os documentos de identificação necessários para o cruzeiro e mantenha os mesmos sempre com você, nunca despache. Dessa forma é possível embarcar no navio mesmo se a bagagem for perdida. Também é preciso estar atento a qual será o documento solicitado, e se ele ainda é válido, para não ser barrado na entrada do navio, assim como se é preciso ter vistos de entrada em países diferentes e vacinas.

Post relacionado
Onde o Real vale mais? 10 viagens baratas para brasileiros

Brasileiros que viajam para Europa ou Estados Unidos, por exemplo, onde a moeda brasileira é menos valorizada que a local, não devem saber quais são os países onde o Real vale mais.

Leia mais
Viajar com a família: as melhores opções para cada estilo

Escolher um destino para viajar com a família nas férias não é fácil. Praia ou campo? Metrópoles ou cidades históricas? Na verdade, todas as opções seriam muito bem-vindas, não é? Mas, nem sempre podemos incluir todas em uma viagem só.

Leia mais
Os melhores destinos para sua viagem na América Latina

A maioria dos brasileiros que saem de férias para o exterior pela primeira vez escolhem uma viagem na América Latina. Um dos motivos, claro, é o valor da moeda local, da passagem aérea e também pela distância mais curta para o Brasil.

Leia mais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos marcados como obrigatório *

12 − onze =