Av. Nossa Sra. de Copacabana, 928 / Gr. 602, Rio de Janeiro - RJ | (21) 2545-2599 | (21) 98420-3655 | REDES SOCIAIS E APLICATIVOS

Arquivo por Categoria "Sem categoria"

topo-ski-blog

O que você precisa saber sobre as estações de ski

Paisagens exuberantes, com montanhas brancas, acompanham aqueles que se aventuram em deslizar pela neve. Esquiar é um dos esportes mais atraentes do mundo, já que proporciona uma sensação única de adrenalina.

Esquiar é uma experiência que só quem já teve pode dizer o quanto é maravilhosa! Deslizar sobre a neve, fazer manobras ou simplesmente se equilibrar. Tudo é uma conquista quando se trata de um esporte radical.

Uma estação de ski é um centro de lazer, que recebe, todos os anos, turistas de todas as idades.

Há muito o que aproveitar!

–  A culinária é diversificada! Você pode encontrar iguarias de diversos cantos do mundo: francesa, tailandesa, japonesa, mediterrânea e etc…

–  Caminhe em meio aos bosques e trilhas das montanhas

–   Faça passeios de trenó e motos de neve

–  Há cursos para aprender a esquiar e a fazer snowboard

– E dentro dos resorts há passatempos como centros fitness, cursos de culinária, dança,meditação, yoga, entre tantos outros.

Os hotéis das estações costumam oferecer apartamentos aconchegantes e bem equipados, com calefação, TV, cama queen, lareira e muito mais! Sem falar nas amenidades, que podem incluir salas de jogos e entretenimentos, spa, cinema e todo o conforto que você pode imaginar.

Além de tudo isso, todo espaço de ski oferece clínicas especializadas para atender hóspedes em caso de algum tipo de acidente ou emergência. Por isso, pode ficar despreocupado.

TIPOS DE CENTROS DE SKI

As estações de esqui podem ser divididos em três categorias:

# 1.    Resorts de alta montanha

# 2.   Cidades ao pé da montanha

# 3.   Cidades turísticas com estação de esqui próxima

ONDE IR?

Você encontra estações de ski em todos os continentes. Pode esquiar na Nova Zelândia,  na Austrália, no Japão, na Coreia, no Cazaquistão, Alaska, na Escandinávia, nos Balcãs e até na África!

Veja os destinos mais populares:

AMÉRICA DO SUL

ARGENTINA

  • Bariloche
  • Chapelco
  • Las Leñas
  • La Hoya
  • Ushuaia
  • Villa Angostura

CHILE

  • Valle Nevado
  • Corralco
  • El Colorado
  • Farellones
  • La Parva
  • Portillo
  • Pucon
  • Termas de Chillan

EUROPA

Alemanha – Garmisch-Partenkirchen, Zugspitze
Áustria – Innsbruck
Espanha – Sierra Nevada
França – Courchevel, Chamonix, Mont-Blanc
Suiça – Interlaken, St. Moritz 

AMÉRICA DO NORTE

CANADÁ

  • Whistler
  • Sunshine Village
  • Mont-Tremblant

ESTADOS UNIDOS

  • Aspen
  • Beaver Creek
  • Breckenridge
  • Heavenly
  • Keystone
  • Park City
  • Vail

QUANDO IR?

 

      AMÉRICA DO SUL     HEMISFÉRIO NORTE
  PeríodoTemporadaPeríodoTemporada
01/06 a 30/06    Média15/11 a 30/11    Média
01/07 a 31/07    Alta1/12 a 31/01    Alta
01/08 a 31/08   Média01/02 a 28/02   Média
Leia mais
topoaluguelcarro

Principais dúvidas sobre aluguel de carro no exterior

Principais dúvidas sobre aluguel de carro no exterior

Está planejando fazer uma road trip e tem dúvidas sobre alugar um carro no exterior? Então, confira as nossas dicas!

Saiba que fazer uma viagem de carro em outro país pode ser mais simples do que você imagina, basta ficar atento a alguns detalhes sobre as regulamentações do país de destino.

Quem pode alugar um carro no exterior?

Qualquer pessoa pode alugar um carro, desde tenha habilitação válida (CNH) e emitida a, no mínimo, 2 anos. Além disso é preciso apresentar o passaporte válido e um cartão de crédito internacional, em seu nome, e com limite suficiente para cobrir o valor da locação e da franquia.

Outro fato que é preciso ficar atento é a idade mínima, que, em geral, é de 25 anos. Existem algumas empresas que aceitam alugar para motoristas entre 21 e 24 anos, mas cobram a mais por isso, uma taxa chamada ”under age”.

Por que é preciso ter  um cartão de crédito internacional para alugar um carro no exterior?

Não importa o modo de pagamento que você opte na hora de fazer a reserva, você obrigatoriamente terá que apresentar um cartão de crédito internacional na hora de pegar o carro, pois ele é usado pela locadora para fazer o bloqueio do valor do caução.

Como economizar na hora de alugar um carro?

Compare, pois os preços podem variar muito de um lugar para outro. O ideal é reservar com, no mínimo, 20 dias de antecedência, pois conforme a data se aproxima os veículos vão se esgotando e os preços vão subindo. Ligue para 212545-2599 ou acesse o nosso site e faça um orçamento de forma prática e rápida.

Apenas com a carteira de habilitação brasileira é possível dirigir em qualquer outro país?

Não. Cada país tem suas próprias exigências e é preciso verificar cada caso. Alguns países exigem a Permissão Internacional para Dirigir (PID). Nos países membros do Mercosul, por exemplo, é possível dirigir apenas com a CNH brasileira. Nos EUA (com exceção do estado da Georgia), basta a CNH e o passaporte. Mas, na dúvida, leve a PID.

Somente quem aluga o carro que pode dirigir?

Não. Se você quiser, na hora de fechar a reserva poderá adicionar condutores extras, mas que necessariamente deverão estar presentes no ato da abertura do contrato de locação. Algumas locadoras podem cobrar uma taxa por condutor extra.

É preciso abastecer o carro antes da devolução?

Não é obrigatório. Existem dois tipos de política de abastecimento. A mais tradicional, e a mais conhecida, é entregar o carro abastecido no momento da devolução. A outra é a modalidade do pré-pago. A ideia é que você, no momento do aluguel do carro, já pague um tanque inteiro de combustível para a locadora. Dessa forma, não é necessário abastecer antes de entregar o veículo.

É preciso contratar um seguro?

Sim, para a sua segurança e para a proteção do veículo. Veja alguns dos tipos de seguro disponíveis:

– CDW e LDW: proteção contra roubos, furtos, avarias e danos ao veículo decorrentes de colisões e/ou acidentes. Isento de franquia/co-participação.

– SLI: é uma cobertura contra danos materiais e pessoais causados a terceiros em razão de acidentes com o veículo locado. Também pode ser vendido como ALI, EP ou LIS.

– RSA/RSN: serviço de assistência na estrada em caso de extravio de chaves ou do dispositivo de abertura do veículo (controle remoto), troca de pneus, guincho no caso o veículo não funcionar e envio de gasolina em caso de emergência.

– PAI: é uma cobertura de acidentes pessoais. Garante ao cliente uma cobertura em despesas hospitalares para tratamento de ferimentos decorrentes de acidentes ocorridos durante o período da locação.

É possível fazer a devolução em outra cidade, país ou estado?

Sim, mas isso deve estar definido no contrato e, em geral, acarreta em uma taxa extra chamada ”one way”.

Quem pode me ajudar com o processo de aluguel de carro?

Para evitar problemas, aconselhamos que você utilize a consultoria de um agente de viagens. A Mar-Tha Rio está a sua disposição para ajudar e reservar o carro da sua escolha.

Leia mais
fotoaeroporto

Segundo a Justiça, notebooks e gadgets de uso pessoal não podem mais ser apreendidos em retorno do exterior, mesmo sem nota fiscal

Depois das câmeras fotográficas e Smartphones não entrarem mais na cota dos USD500  quando se retorna do exterior, chegou a vez dos Notebooks e, quem sabe filmadoras e lentes, outros bens de uso pessoal não serem mais apreendidos pela Receita Federal em retornos de viagens ao exterior, mesmo que não haja nota fiscal, segundo declaração da 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Embora não tenhamos, para já, mudanças na lei, houve uma decisão individual em um caso concreto que se aplica somente ao cidadão que entrou na justiça, mas isso pode fazer com que, quem tiver problemas, possa também entrar com processo nos tribunais.

A União argumentou que todo produto sem guia de importação configura dano ao erário, implicando pena de perdimento.O juiz federal Clodomir Sebastião Reis, convocado para tratar do caso, rejeitou o argumento e afirmou que as bagagens de itens novos ou usados podem ser de consumo pessoal ou presentes, desde que a quantidade não aparente fins comerciais. Por isso, entende o juiz, a apreensão de produtos como notebooks, máquinas fotográficas, relógios de pulso ou smartphones não implica na aplicação da pena de perdimento e nem na cobrança de tributo.

Segundo o artigo 155 do Decreto de nº 6.759/2009, “é considerado bagagem os bens novos ou usados que um viajante pode destinar ao seu uso, consumo pessoal ou para presentear, desde que sua quantidade, natureza ou variedade não indiquem que a importação é feita com fins comerciais ou industriais”.

Consta dos autos que a bagagem foi liberada por ser constituída de bens de uso pessoal.  O relator do caso, juiz federal convocado Clodomir Sebastião Reis, esclareceu que a definição de bagagem está prevista no art. 155 do Decreto nº 6.759/2009. “O conceito tributário de bagagem está ligado ao uso ou consumo pessoal do viajante, sem finalidade comercial”, afirmou o relator. 
De acordo com o Termo de Apreensão de Mercadorias, um notebook foi apreendido. “A apreensão de um notebook, que se encaixa como bagagem, mais precisamente como bem de caráter manifestamente pessoal, não implica na aplicação da pena de perdimento, e nem na cobrança de tributo”, finalizou o juiz federal. 
 
O que diz a Lei – De acordo com o art. 155 do Decreto nº 6.759/2009, para fins de aplicação de isenção para bagagens do exterior, é considerado bagagem os bens novos ou usados que um viajante pode destinar ao seu uso, consumo pessoal ou para presentear, desde que sua quantidade, natureza ou variedade não indiquem que a importação é feita com fins comerciais ou industriais. 
 

DECISÃO: TRF1 mantém liberação de bagagem de uso pessoal apreendida pela Receita Federal

A 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) negou provimento à apelação da União e manteve a sentença que declarou a nulidade de Auto de Infração e de Termo de Apreensão, determinando a liberação de mercadoria apreendida pela Receita Federal.
A decisão do colegiado foi unânime.
 
Processo nº: 0013997-35.2007.4.01.3300/BA
Data da decisão: 05/12/2017
Data da publicação: 26/01/2018
Leia mais